Perturbadores: São drogas que alteram o funcionamento do cérebro.

 

LSD-25

 

1. Histórico e origem do LSD-25

O LSD-25, ou seja, a dietilamida do ácido lisérgico é uma substância sintética, produzida em laboratório. Ela foi descoberta acidentalmente pelo cientista suíço Hoffman, que ingeriu uma pequena quantidade da droga. A partir disso, iniciaram-se experiências terapêuticas com o LSD-25. Ela foi utilizada para o tratamento de doenças mentais, mas hoje em dia sabe-se que ela não tem utilidade médica. Ela é talvez a substância mais ativa que age no cérebro. Pequenas doses já produzem grandes alterações.

TIPOS DE DROGAS DEPRESSORAS E SEUS EFEITOS

Depressoras: são drogas que diminuem a velocidade de funcionamento do cérebro.

 

ÁLCOOL

 

1. Histórico do álcool e Tipos de Bebidas

Embora seja uma droga, frequentemente o álcool não é considerado como tal, principalmente pela sua grande aceitação social e mesmo religiosa. Podem-se observar nas obras gregas, mitos sobre a criação do vinho. Com destaque para as figuras de Dioniso, Icário e o Rei Anfictião protagonizando a visão grega sobre o uso do vinho (álcool). Nos dias de hoje, é prática em muitas famílias a "iniciação" das crianças no consumo do álcool. A permissividade ao álcool leva à falsa crença de inocência do uso do álcool, mas o consumo excessivo tem se tornado um dos principais problemas das sociedades modernas.

Sobriedade e Espiritualidade

Quarta, 11 Abril 2018 14:43
Publicado em Blog

Sabemos que a dependência química e alcoólica é uma doença que afeta fisicamente, psiquicamente e emocionalmente o ser humano.

 Porém temos a certeza que a falta ou baixa espiritualidade é o fator mais determinante para a não reabilitação do dependente.

 Na grande maioria dos casos os dependentes não possuem nenhuma espiritualidade, não frequentam nenhuma igreja, ou se frequentam não compartilham dos mesmos ideais.

 A maioria dos dependentes em uso, não estão em comunhão com a igreja, não participam de nenhum evento ou programação ligados à espiritualidade.

 Mas o pior de tudo é que não só perdem o seu vinculo com Deus, como se entregam ao pecado, pois é muito normal que o dependente em uso esteja envolvido com: prostituição, adultérios, fornicações, roubos, jogos, desavenças familiares, desavenças com terceiros, mentiras, etc...