A verdade sobre o ecstasy e uma peça teatral integraram mais um encontro da ação

que vem alcançando dezenas de jovens canelenses

CANELA/GRAMADO

Dando sequencia ao projeto de prevenção e combate a drogadição, na manhã de quarta-feira (19), cerca de 200 estudantes receberam informações sobre a relação do uso de drogas e álcool com o suicídio. Além disso, o quarto encontro do projeto, realizado pelo Centro de Reabilitação Emanuel Região das Hortênsias (CRERH) e a Escola Estadual de Ensino Médio Danton Corrêa da Silva, também abordou questões relacionadas a droga sintética popularmente conhecida como ecstasy. O tema foi exposto pelo Diretor Interno do Centro, Fabiano Watzlawick, que é um dos coordenadores da ação.

Logo após, foi apresentada uma peça teatral desenvolvida por acolhidos que buscam uma recuperação no CRERH e mostrou como as drogas podem destruir a vida das pessoas em várias áreas.

O encontro também contou com uma palestra que foi ministrada por Alcirene Oliveira Leite, que é voluntária do Centro de Valorização da Vida (CVV) e integrante do Conselho Municipal Anti Drogas (COMAD) de Gramado. A palestrante falou sobre a relação do suicídio e o uso de drogas e álcool na adolescência. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), a cada 40 segundos uma pessoa comete suicídio. São 800 mil pessoas, a cada ano, que tiram a própria vida no mundo. E para cada caso fatal há pelo menos outras 20 tentativas fracassadas. A OMS reconhece o suicídio como uma ação de saúde pública. Os estudantes ainda receberam um material contendo diversas informações e orientações.

SOBRE

O consumo de drogas vem se expandindo significativamente e o abuso de substâncias entre jovens tem sido uma das questões que mais afligem a sociedade. Com o objetivo de prevenir e combater a drogadição entre os jovens é que o CRERH de Gramado firmou uma parceria com a Escola Danton Corrêa de Canela.

O material utilizado no projeto é fornecido pela Fundação para um Mundo sem Drogas, que é uma corporação de utilidade pública sem fins lucrativos que através de uma rede mundial de voluntários, 77 milhões de livretos educacionais foram distribuídos, dezenas de milhares de eventos de conscientização sobre as drogas foram realizados em cerca de 180 países e anúncios de utilidade pública de A Verdade sobre as Drogas têm sido transmitidos em 787 canais de televisão. Estes materiais e atividades têm ajudado as pessoas de todo o mundo a entender os efeitos colaterais destrutivos das drogas e decidirem por elas mesmas a não usar drogas.

A ação ocorre ao longo do ano, a cada 15 dias, quando representantes do CRERH vão até a Escola ministrando aulas sobre o referido assunto. Os estudantes recebem, além de orientações durante as aulas, um material didático contendo orientações e informações.

 

Fotos: Marli de Oliveira